terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Jogar pra ITM ou ganhar?

No livro do Colin Moshman, ele diz pra jogar para o primeiro lugar desde o começo. É melhor cair na bubble, do que entrar ITM muito short e cair em terceiro.

Já nos videos do Amarula, da TV Poker Pro, ele diz pra jogar pra ficar ITM, depois de estar entre os 3, pressionar pra ganhar o SNG.


A minha opinião:
Alguns jogadores acabam por confundir este conceito. A diferença essencial entre jogar pra ganhar e para entrar ITM é modulada de acordo com o nível dos jogadores e, principalmente, a velocidade com que as blinds sobem.

Quanto maior o número de regulares na mesa e menor o tempo de blinds, maiores deverão ser as decisões com intuito a ganhar, ou seja, um spot aparentemente sick pode ser optado pelo call/shove, pois há um numero pequeno de oportunidades para acumular fichas, cEV+.
Temos de ter atenção também ao tamanho da nossa stack. A única situação onde podes optar, por exemplo, em foldar um spot +cEV na bolha, principalmente em SnGs Turbos, é quando tens um stack muito confortavel e há um shortstack na bolha, sendo que o call num shove do villain é um spot sick por exemplo, que te eliminaria do SnG.

Conclusão:
tanto jogar a pensar no primeiro como pensar em ficar ITM é errado, o correto é jogar tomando decisões que maximizem as expectativas de longo prazo (prize pool equity), ou seja full ICM based !

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Vegas baby....VEGAS!!!



Este artigo serve para ajudar a salvá-lo de uma cidade construída para high rollers. Em LasVegas, onde o dinheiro está em causa, é muito fácil ir à banca rota...!

Vegas baby... Vegas
Ser um profissional de poker em limites baixos exige tanto banca como disciplina.
Existem pessoas em Las Vegas, cujo trabalho é pesquisar a psicologia da despesa.
Eles, literalmente, constroem e reformam os casinos tentando maximizar a quantidade de dinheiro que pode tirar dos bolsos dos clientes. Para dar alguns exemplos básicos:
• O tapete dum casino é detestável. Isso é feito de propósito, pois eles usam padrões e cores desagradáveis para te fazer parar de olhar para o chão quando andas. Se não estás a olhar para o chão, estás a olhar para as slot machines e para as mesas.
• Não há relógios ou luz natural. Eles não querem que saibas que hora do dia é. As pessoas tornam-se felizes a beber e a jogar às 8:00 da manha de uma quarta-feira, por exemplo, apenas contando que eles não precisam de ser lembrados disso.
• Os casinos são um labirinto. Vais ter que passar por centenas de mesas e slot machines para encontrar a saída.
• As mesas e as slots de High stakes são as mais atraentes, com as pessoas mais atraentes nelas envolvidas. Os casinos contratam mulheres bonitas para se sentar e jogar nas mesas com limites mais altos. Tu não serás o primeiro nem o último homem, a se querer sentar ao lado delas para conversar. (Essas pessoas são conhecidas como "props".)

A cultura Vegas glorifica todas as grandes vitórias, e varre as perdas para debaixo do tapete.

Vegas é uma das maiores cidades do mundo. Tu apenas tens que saber como manter a tua banca no bolso.

Penso que isto ajuda a elucidar todos os jogadores de poker de que Vegas não são só rosas e que esta é uma cidade feita para gastar dinheiro. Há jogadores que vivem lá, conhecem o sistema e esturquem muitos turistas, mas os bons jogadores, devem ir para lá preparados para tudo o que vai aparecer, controlarem-se com as despesas, aproveitarem tudo de bom que esta cidade trás e se possível, ainda trazer dinheiro de volta!

Cumps,
DLRmaker

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Nivel mental de pensamento

Um importante aspecto de um jogo de poker vencedor é a adaptação ao level (nível) no qual seu oponente está pensando. Muitos jogadores sérios de poker entendem isso na teoria mas tem problemas de aplicar na prática. Este mês, eu quero falar sobre quais os levels de pensamento e como eles devem influenciar seu jogo.

Quando me refiro aos levels de pensamento no poker eu me refiro à profundidade na qual um jogador está pensando sobre dada situação e os fatores que ele está considerando. Estes níveis podem ser divididos como se segue:

Level 1-O que eu tenho? Este jogador pensa sobre a força absoluta da mão ao invés da força relativa. Ele aposta, paga, folda ou dá raise baseado somente nas duas cartas que segura sem ligar para fatores situacionais como quais as mãos possíveis de derrotarem-no, o que seu oponente pode ter, ou o que ele representa. O tamanho das suas apostas ou o tempo de suas decisões também tendem a ser proporcionais à força da sua mão. Somente os jogadores completamente horríveis são pensadores puramente de Level 1, embora muitos jogadores fracos se revertam à esse nível em certas situações.

Level 2- O que ele tem? Este jogador tenta ler o que seu oponente tem e depois joga sua própria mão de acordo com a leitura. Se ele blefa é porque suspeita que sua mão seja a pior e não porque representou consistentemente uma mão forte nas streets anteriores. Quando ele aposta por valor no river é porque sua mão é forte em relação ao board e ao range do seu oponente e não em relação à força do range que ele representou. A maioria dos jogadores pensam no Level 2 a maior parte do tempo.

Level 3- O que ele pensa que eu tenho? Estes jogadores são cientes não somente do que eles têm, mas também do que eles representam. Eles pensam dinamicamente sobre o range de mãos do oponente baseados em como ele jogou à luz das informações que eles sabem que eles deram ao adversário sobre a própria mão. Eles irão perceber, por exemplo, que você não apostou ou aumentou quando haviam muitas possibilidades de sequência ou flush no board e, portanto, lhe darão menos créditos por uma mão grande. Eles farão também thin values bets quando eles sabem que demonstraram fraqueza e blefar quando demonstraram força mais cedo na mão. Muitos jogadores vencedores de stakes médios são primordialmente pensadores de Level 3.

Level 4- O que ele pensa que eu penso que ele tem? Os pensadores de nível 4 são oponentes verdadeiramente cheios de truques, que entram na sua mente sobre sua jogada à luz da informação que você tem sobre ele e sua mão e também a informação que você sabe que deu a ele sobre sua mão. O melhor exemplo que posso pensar sobre esse jogador é o que folda um par para seu bet no river depois do seu check e call o flop e o turn e todos os draws óbvios não bateram no river. Se o seu raciocínio é que você pensa que ele pensa que você está blefando e portanto não iria blefar mas fazer um thin bet value, então ele está empregando o níve Level 4 de pensamento.

Você pode imaginar a progressão a partir daqui e como intricado os jogos de raciocínio podem alcançar entre dois jogadores de alto nível. Porém, poucos jogadores empregam o Level 4 e acima com sucesso regularmente, em parte porque frequentemente não é necessário.

Um call de Level 3

Essa mão ocorreu durante uma partida online de heads-up com blinds 3/6 e stack efetivo de $600. Meu oponente, um bom mas não ótimo jogador, deu raise pra $18 no botão e eu paguei com Kc6c do BB. O flop veio 9h 6d 4c, me dando o segundo melhor par e um bom kicker além de um back door flush draw. Eu dei check e paguei um bet de $28.

Um 7c melhorou meu flush draw e eu dei check novamente. Meu oponente também deu check e o river foi o 8s. Esta era uma carta ruim, não tanto porque era uma overcard pro meu par, mas porque completava 4 cartas em seqüência no board. Eu dei check novamente e meu oponente bet $70 em um pote de $74.

Porque eu esperava que esse fosse um jogador de Level 2, como até bons jogadores fazem quando chega a hora de apostar por valor no river, eu percebi que ele não faria um thin value bet aqui. Minha jogada passiva tinha representado uma mão fraca de um par que estava muito ameaçada no river. Logo, eu esperava que seu range consistisse de exatamente straights ou blefes. Depois eu conclui que essa era uma carta tão boa para ele blefar que ele apostaria mãos como a Ace-high que teriam algum, mas muito pouco valor no showdon, uma vez que minha mão parecia muito com um par pequeno.

Esse foi um pensamento de Level 3 da minha parte: Eu considerei da força sua sua mão e também o tipo de mão que eu representava. Um jogador Level 4 poderia me explorar aqui dando value bet em algo como dois pares. No entanto, eu não achava que esse jogador era capaz disso. Eu paguei o bet e ele me mostrou 4h 2h. Como eu suspeitava, ele tinha aplicado um cálculo suficiente nas possíveis mãos que eu tinha para perceber que um par não era suficiente para ganhar o pote, mas somente um blefe. Ele estava usando a lógica do Level 2 com seu bet no river, e pensando um level à frente dele, eu tomei a decisão correta.

Overthinking

Agora vejamos o que acontece quando eu tento aplicar o Level 3 contra um pensador de Level 1. Esta mão também ocorreu num heads up $3/$6, $600 de stacks efetivos, mas contra um oponente muito mais fraco.
Eu aumentei para $18 com 8c 7h no botão, e meu oponente fez um re-raise para $36, o qual eu paguei. O flop veio 7s 5s 5d. Ele deu check e eu também, um pouco suspeito pelo tiny re-raise pre-flop.

O turn foi um 8h. Ele deu bet $45, e eu paguei. O river foi um 9d, e ele bet $120 num pote de $162.
Nesse ponto, eu fiz duas suposições erradas sobre meu oponente. A primeira é que seu mini pre-flop re-raise viria quase sempre de cartas maiorias como um grande par ou um Ás grande. Logo, eu não estava particularmente preocupado sobre meu oponente ter 5, 6 ou 9 na sua mão. O segundo que o tamanho do bet no river seria ou uma grande mão, provavelmente trips ou melhor, ou um blefe, mas que nunca seria uma mão de força média como um overpair. Eu paguei e perdi para 9c3c.

Contra um pensador de Level 2, a suposição seria razoável. Mas aqui, eu agora acredito que meu oponente estava operando no nível 1, pelo menos no river- Eu não tenho idéia do que ele estava pensando pré-flop. Ele apostou forte porque tinha top pair, e não deu a mínima pra o tipo de mão que representava, quais as possibilidades do board, ou o que eu teria ou com o que poderia pagá-lo.

Porque eu pensei em excesso na situação, no entanto, ele alcançou o mesmo resultado de um jogador de Level 4 malandro. Ele encontrou um bom spot pra fazer um value bet representando um blefe quando na verdade tinha top pair, uma mão nada plausível com suas ações nas streets anteriores.

Conclusão

Eu escolhi focar esse artigo em decisões no river porque elas eliminam a complexidade dos implied odds, implied odds reversos, semi-blefem, controle de pote e proteção da mão que fazem parte das decisões nas streets anteriores. O jogo no river é puramente um jogo de raciocínio onde nós precisamos descobrir o processo mental que envolve blefes, calls e value bets.

Eu declarei mais anteriormente que poucos jogadores empregam o Level 4 ou maior, e isto é em parte porque não é freqüentemente necessário. Seu objetivo deve ser pensar um e somente um level acima do level que seu oponente esta pensando.

Jogadores melhores se adaptarão mais rapidmanete a você, mas se não se adaptou de maneira certa, então um oponente fraco pode ser tão tricky quanto um bom oponente. Se você está um nível atrás, então estão passando a perna em você.

Mas se você está mais de um level na frente, então você está dando muito crédito ao seu oponente e está overthinking (pensando além do ponto) certas situações.
Uma vez que há muito mais jogadores ruin que bons por aí, o último é um problema mais comum. Este é também, graças a Deus, um problema mais fácil de consertar.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

mega talhadas

Consigo perder numa sessão de 6 sits desta forma:
AA vs A5 faz full house
(91.321% vs 8.679%)

JJ vs QJ bate a Q
(66.891% vs 33.109)

A9 vs A7 bate o 7
(70.550% vs 29.450%)

AK vs Q6 bate o K e faz flush
(64.935% vs 35.065%)

AK vs 44 "corrida normal"
(48.401% vs 51.599%)

na outra fiz um 2º

Será que devo continuar a bater no ceguinho??????????????

*** CARTAS DA MÃO ***
FABIO_$MAKER recebe [Ah As]
judas411: sobe 1185 para 1385 e está all-in
FABIO_$MAKER: iguala 1185
*** FLOP *** [7h 9d 5d]
*** TURN *** [7h 9d 5d] [9s]
*** RIVER *** [7h 9d 5d 9s] [5s]

FABIO_$MAKER: mostra [Ah As] (dois pares, Ases e Noves)
judas411: mostra [Ad 5h] (Fullen, Cincos com Noves)

domingo, 23 de janeiro de 2011

guaranteed night

10k gtd early antes

media 25k
KK (15bbs stack) raise UTG 3bbs levo call MP de um player com 14k com 98c
flop 96x eu shovo ele call 98
turn 7
river 10
subia para as 35k, a media a 25k
e foi todo na pre bolha

Text results appended to pokerstove

Board: 9d 6h 3s

Hero: 78.384% { KcKd }
Villain: 21.616% { 9c8c }

next!

sábado, 22 de janeiro de 2011

Downswing


Parece que este downswing não desaparece por nada!
Sinto que continuo a jogar o meu melhor poker mas os deuses não estão comigo.
Mudei-me para os 6,50$ 18max e foi o maior vazio! Imensas bubbles e pré bubbles e sempre que entrava ITM levava daquelas à antiga acabando por nunca compensar os pagamentos.
Pelas minhas contas estou a perder 90% dos 60-40, os 70-30 também batem muitas vezes para os villains e perdi a contas dos AK que perdi para pares de mão...quase todos!
Entretanto comecei a jogar 6,50$ 9max e a variância não foi tão grande mas continuo a não conseguir ganhar os HU e a diferença dos 16,20$ destinados ao 2º para os 27$ do 1º é enorme, mas sempre que chego aos HU perco para spots impensáveis (mais uma vez partindo à frente a maior parte das vezes). Nunca tinha tentado a sério estes torneios mas acho-os mais fáceis que os 6max onde já fui muito feliz em tempo =)
Em termos de MTTs, tenho-me dado bem nos de Rush e sinto que posso pintar um a qualquer altura. Fiz mais de 50% de ITM em vários que joguei, chegando a ver a final table de muito perto, mas perdi TODOS da mesma forma (AKs vs par de mão).
Lembro-me de um em particular que perdi em 80 (num total de 1200 entradas) visto que não holdou um AKc para QQ, o qe me levaria para cima da média e lutaria pela FT.
Joguei algumas sessões de cash NL25 de Rush e sinto que até tenho jeitinho para aquilo, mas levei uma muito feia! Tenho AA raise button call da big, flop 997, ele fez check call à minha aposta, no turn bate um J e eu faço 3bet all in e levo insta call de JT (apenas dois valetes o safavam visto que os dois pares com um dez no river perdiam para o meu AA99J) vamos ao river e um dos 2 outs do donkzinho viraram-se...o VALETE sendo stackado assim em 25$)
O balanço final destes 2 dias são nem mais nem menos que 200$ down!!!

Cumps,
DLRmaker

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

HOME GAME AS 23:30 (KO)

- Insere o número ID do meu Clube: 55541
- Insere o Código do Convite: pissadinha

5$+1,25$+0,5$

quem quiser tá à vontade!

Com malta de faro!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Torneio agendado - KO faro




- Clica no botão 'Juntar-se a um Clube de Poker'
- Insere o número ID do meu Clube: 55541
- Insere o Código do Convite: pissadinha

Estimado/a FABIO_$MAKER,

FABIO_$MAKER marcou um novo torneio Home Game Club #55541!

A cena está a postos, só tem que aparecer e jogar! Os detalhes deste torneio são:

ID do Clube: 55541
ID de Torneio: 353022701
Data: 2011/01/19 22:30 WET

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Ambiente de grinder xD

Ambiente de grinder xD

side event EPT Vilamoura

side event EPT Vilamoura

3º lugar festa do poker Vilamoura (457€)

3º lugar festa do poker Vilamoura (457€)

1º lugar 180px 8,80$

1º lugar 180px 8,80$

7º lugar 4000€ gtd UNIBET

7º lugar 4000€ gtd UNIBET

3º lugar (20€+2€ 1500gtd UNIBET)

3º lugar (20€+2€ 1500gtd UNIBET)

Royal flush...

Royal flush...

ROYAL FLUSH

ROYAL FLUSH

ROYAL FLUSH!

ROYAL FLUSH!

str8 flush

str8 flush

Str8 flush

Str8 flush

Str8 flush

Str8 flush

Str8 flush

Str8 flush

Str8 flush

Str8 flush

STR8 FLUSH

STR8 FLUSH

STR8 FLUSH

STR8 FLUSH

Str8 flush

Str8 flush

Straight flush num sit de 5,50$ 6max

Straight flush num sit de 5,50$ 6max

Gostava de ser como Jesus =p

Gostava de ser como Jesus =p